MicroPoema

Sara Timóteo

Micropoema

Sara Timóteo

dans mes doigts repose
le poids du monde des rêves.
Et comme un enfant je ressens
du bonheur et de la terreur,
le vrai goût de la poésie.

Voile nu,
volant toujours seul contrairement à l'éphémère obscurité
des choses.
Et je meurs, aussi.

Sobre a Autora:
Sara Timóteo publicou Deixai-me cantar a floresta e Chama fria ou lucidez (2011) pela Papiro Editora; em 2012, Refúgio Misterioso; em 2014, Os Passos de Sólon, Elixir Vitae e Os quatro ventos da Alma (todos pela Lua de Marfim); em 2015, O Telejornal (Cadernos de Santa Maria); e, em 2016, O Corolário das Palavras (e-book) e Refracções Zero (Orquídea Edições).
Anúncios

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.