Virada – Celso Naves Esault Jr.

List

Virada

Celso Naves Esault Jr.

O ser humano não é mais a criatura crédula que costumava ser. Crianças não acreditam mais em papai noel, a páscoa virou um dia para comer chocolate e magia é coisa de filmes. Super heróis não fazem parte da vida prática e as virtudes – honra – não passam de empecilhos para a “vida boa”. Resumindo: Não existe mais mágica nos movimentos, destino é tolice, crer no amor é ser inocente em excesso – e outras digressões no mesmo sentido.

Mas tem um único momento na vida que ainda não perdeu o encanto. Mesmo em meio a todo o ceticismo e malícia, existe um instante universalmente recheado de esperança e atitude. Mais especificamente, um segundo, que marca a virada da vida antiga para a nova.

Não importa o calendário ou fuso horário. Não importa a parte do mundo e as crenças. Querendo ou não, sua mente se concentra naquele momento que, para você, separa o ano novo do velho. Um segundo que divide quem você foi de quem você será.

A pessoa que você foi, os erros que cometeu, as coisas que falou (e não deveria), as decepções que sofreu. Nada disso importa mais. Nesse segundo, todos os anos, você ganha uma nova chance. De ser alguém diferente do que foi até ali. A chance de fazer da vida algo diferente do que foi até ali. É algo lindo e diferente de tudo o mais que passou nos outros dias.

Um único segundo, preenchido de toda esperança e fé. Um único segundo onde todos os olhos se erguem para a festa de luzes no céu, onde os corações se unem e os que não podem ver os fogos vibram em sintonia com a alegria do momento. Ali, não existe preconceito, tristeza, má intenção, desilusão ou mentira. Apenas o esquecimento da necessidade de impressionar um mundo que não te enxerga. Onde o interior se preenche de desejos de uma vida nova.

Um segundo. Onde as vidas mudam e a magia retorna aos corações. O destino é certo e brilhante, a esperança é suficiente para nos fazer crer que, depois daquele segundo, as coisas mudarão. Planos se realizarão e a “vida boa” não está longe.

Por isso não devemos lutar contra. Porque parar de acreditar numa virada, no fato de que um ano novo pode REALMENTE trazer uma vida nova? Porque não abraçar a oportunidade e fazer múltiplas promessas para o ano que está por vir? Para quê se importar se não serão cumpridas, quando, na verdade, se uma delas se concretizar, teremos uma vitória em mãos?

Então não lute, por favor. Não perca a magia do ano novo. Junte toda a quantidade que puder em seu coração e aproveite o momento. E, no dia 31 de dezembro, se não puder ver fogos de artifício, feche os olhos e respire fundo. Sinta a esperança. A alegria. A vida nova. E seja bem-vindo ao ano novo.

Anúncios

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.